Vai ao supermercado? Transforme o descarte em decoração!

Com criatividade e funcionalidade, arquiteto Márcio Barreto ressignifica jarras de vidro, latas metálicas e tábuas de carne.

Sacolas plásticas, garrafas pet e vasilhas de margarina
 são recipientes comumente reaproveitados nos lares brasileiros. Atribuindo significados diferentes à sua função inicial, alguns desses itens passaram a ter novas serventias após o primeiro uso, transformando-os em vaso para plantas, embalagem para marmitas  ou até mesmo reaproveitados para a decoração.
Em virtude da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), as idas aos supermercados tiveram mudanças significativas, sobretudo na escolha dos materiais comprados. Segundo a 4º edição do “Kantar Thermometer”, a variação de gasto na principal capital financeira do país — São Paulo — teve um índice de 211% para papel higiênicodetergentes (79%)cereais (73%)óleo (44%)café (39%) e catchup (35%)
Embora nem todos os itens comprados pelos brasileiros tenham seus recipientes reutilizáveis, o arquiteto baiano Márcio Barreto afirma que o supermercado pode ofertar uma variedade de itens potencialmente decorativos, usando a criatividade funcionalidade afim de construir novidades para o lar. Com artigos acessíveis e ofertados em diversas formas e tamanhos, o profissional explica que um olhar atento pode garantir uma peça ousada ou o reaproveitamento assertivo dos itens. 
Acredito que o grande ganho de usar itens de um mercado em decoração é dar novos usos às coisas, tirar elas do habitual, inserindo-as de uma nova forma e mostrando beleza através disso. O inusitado trará surpresa para quem vê e aquele pensamento: como não pensei nisso antes?”, brinca o arquiteto. 
Ilustrando itens disponíveis em supermercados que podem se transformar em artigos decorativos, o arquiteto traz a clássica jarra de vidro como primeiro exemplo. Encontrada costumeiramente na sessão de bebidas, podendo abrigar sucos ou vinhos, Márcio afirma que o material pode ser reaproveitado para diversas finalidades. 
“Geralmente o suco de uva integral vem em vasilhas de vidro que podem ser reutilizadas, e é aqui que damos um novo significado a elas. Comprando de várias marcas, os formatos serão diferentes, criando uma composição super interessante para o que desejar fazer. Você pode guardar açúcar, milho ou arroz e se livrar dos plásticos nos armários, pintá-las para decoração, colocar pisca-pisca dentro ou usar como recipiente para flores e plantas sintéticas. Use sempre a criatividade para ressignificar os itens antes de descartá-los”, explica. 
Ainda segundo o arquiteto, outra dica de decoração com as compras do mês é aproveitar latas metálicas para colocar biscoitos. Dando um ar divertido e nostálgico, Márcio relata que o item é surpreendentemente popular entre as crianças, além de ser facilmente encontrado. Outro item que costuma passar despercebido, na observação do profissional, são as tábuas de madeira.
As populares tábuas para corte de carne estão sempre entocadas nos armários das cozinhas, mas agora podemos fazer diferente. Escolha duas ou três tábuas de tamanhos e formas diferentes e deixe-as a mostra, apoiadas sobre a bancada e encostadas na parede. O toque rústico costuma deixar a cozinha mais acolhedora. É importante destacar que não são apenas as tábuas, jarras e latas metálicas que podem ser reaproveitas. Há uma infinidade de itens que se olhados corretamente, garantem um novo visual ao lar. Alinhe criatividade e funcionalidade sempre que vislumbrar um novo significado para aquele item comum das compras”, conclui. 
Para mais dicas sobre reformas, acesse o site arquiteturadobarreto.com, ou a página do Instagram @arquiteturadobarreto.

Página anterior Próxima página
publicidade