Imposto de Renda 2020: não perca o prazo.

por Juci Ribeiro


Primeiro lote começa a ser pago no próximo dia 29.

Segundo balanço recente divulgado pela Receita Federal, mais da metade dos contribuintes ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda 2020. Ao todo são esperadas em todo o país, cerca de 32 milhões de declarações até o próximo dia 30 de junho, conforme calendário divulgado pelo governo federal.

Incluindo novos campos obrigatórios, com informações complementares de imóveis e veículos e o fim da dedução da contribuição previdenciária patronal de empregados domésticos, o IR 2020 passou por pequenas alterações.

À frente da Brasis Contabilidade, Cristiane Almeida explica as mudanças na declaração do imposto, ressaltando o que os brasileiros devem prestar atenção na hora de preencher o formulário.

“Para esse ano, foi ampliado o prazo para seleção de débito automático da quota única ou a partir da primeira quota para 10/06/2020. É possível doar diretamente na declaração aos Fundos Distrital, estaduais e municipais do idoso. Outra novidade é na declaração de bens e direitos. Passa a ser obrigatório, não em todas as situações, determinar se pertencem ao titular ou dependente. O contribuinte também precisa preencher o CNPJ ou CPF do direito ou bem declarado”, elucida. 

Somado pouco mais de 14 milhões de declarações entregues até o último dia 13 de maio, Cristiane explica as vantagens para os contribuintes em quitar as contas com o Leão antecipadamente. 

É mais beneficente declarar mais cedo por dois motivos: em primeiro, diminui as possibilidades de erro ao enviar a declaração em cima do prazo, e em segundo, o direito a restituição logo nos primeiros lotes, conclui a contadora. 

Para tirar mais dúvidas com Cristiane acerca do Imposto de Renda 2020, entre em contato através dos telefones 71 98693-7386 e 98891–1267 ou acesse instagram.com/brasiscontabilidade.
Página anterior Próxima página
publicidade