Arquiteto ensina como reabilitar cômodos residenciais

por Juci Ribeiro

Reformas planejadas garantem praticidade, flexibilidade e baixo custo nas obras.

A procura pelo mercado de Arquitetura e Urbanismo tornou a crescer nos últimos anos, de acordo com o anuário do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR). Essa alta se deve principalmente ao aumento do poder aquisitivo entre a população, puxados pela procura por setores específicos da área, como projetos de arquitetura (87%) e arquitetura de interiores (68%).
Revelando a importância do mercado de arquitetura para o território nacional, o ranking divulgado em janeiro de 2020 pela World Design Rankings (WDR), mostra que o Brasil ocupa o 10º lugar em destaque paradesign de interiores e arquitetura, numa disputa com106 outros países.
Atento à demanda de atividades voltadas para a construção de interiores, o arquiteto baiano Márcio Barreto oferece dicas de como reabilitar cômodos residenciais e reciclar espaços mal aproveitados. 
A melhor forma de aproveitar um espaço aparentemente sem potencial é projetar um móvel de marcenaria dando uso ao espaço. Sob escadas, por exemplo, conseguimos projetar um buffet, para acomodar louças ou talheres, ou uma marcenaria com função de adega seca, que funcionará muito bem para armazenar vinhos”, aconselha o profissional. 

A frente da Arquitetura do Barreto, Márcio explica que inicialmente deve ser avaliado a dimensão do espaço e onde este está localizado. Em seguida, identificar estruturas como pilares e vigas, avaliando a melhor forma de aproveitar esses ambientes. “Atualmente integrar cômodos como a varanda e a sala tem sido a opção mais utilizada por conta dos ambientes cada vez menores”, exemplifica.
Para não deixar cômodos com a sensação de “vazio”, problema recorrente em ambientes residenciais, o profissional aconselha a instalação de prateleiras, ou o uso de quadros e pinturas coloridas, objetivando tornar o espaço ainda mais aconchegante. 
Realidade de aproximadamente 9 milhões de brasileiros,Márcio ainda adapta a arquitetura de interiores para apartamentos. “Muitas vezes o banheiro de serviços dos apartamentos acaba virando um depósito, servindo apenas como entulho. Utilizar prateleiras, gaveteiros e móveis estreitos serão ótimos para organiza-lo melhor. Outro cômodo não explorado, o quarto de hóspedes, acaba sendo um ‘elefante branco’ para moradores.O ideal é criar um espaço multiuso, que pode ser um quarto de TV, escritório ou também quarto de hóspedes, conclui.

Para informações e contato, acesse www.arquiteturadobarreto.com.br, ou instagram.com/arquiteturadobarreto.



Página anterior Próxima página
publicidade