QUARTA TEM O MUSICAL ‘JK UM REENCONTRO COM O BRASIL’ COM APRESENTAÇÕES POPULARES NO TCA

por Juci Ribeiro

Aplaudido no ano passado em Salvador, agora volta com ingresso à R$ 2,00

A trajetória do País no século XX e a vida do presidente Juscelino Kubitschek vem encantando todo o País no espetáculo musical JK Um reencontro com o Brasil, uma obra da Fundação Brasil meu Amor, que combina música popular brasileira, teatro e cinema. Aplaudido durante lotação esgotada no Teatro do ISBA, em setembro passado e por mais de 20 mil pessoas na turnê pelas principais capitais e cidades do Brasil, o espetáculo está de volta para duas apresentações populares, nos dias 20 e 21 de agosto, às 20 horas, no Teatro Castro Alves.
ESTUDANTES GRÁTIS E PREÇOS POPULARES
Na terça-feira (20/08), a entrada será franca para estudantes do ensino médio, através de escolas credenciadas pela produção. Já na quarta-feira (21/08), o ingresso será popular no valor de R$2,00. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do TCA ou pelo Site:https://site.ingressorapido.com.br/tca/
MÚSICA – TEATRO
Em cena, a cantora Glaucia Nasser, acompanhada de uma grande orquestra popular, conta a trajetória desta era de transformação e modernização do País, por meio de canções autorais e de compositores nacionais, pontuada com imagens exibidas em telão que ocupa todo o palco. O espetáculo busca resgatar a autoestima do povo brasileiro, cantando e contando um dos momentos mais importantes da história recente do País.
 “É muito mais que um espetáculo. É uma aula de história e uma injeção de brasilidade. “Este é o momento para discutirmos a verdadeira história do Brasil, para que possamos construir um futuro decente. O musical nos faz refletir o quanto podemos realizar e mudar a nossa nação, como protagonistas da nossa própria história. Afinal, aqui é o nosso País”, conta Glaucia Nasser, solista do espetáculo e cofundadora da FBMA.
Sob a direção geral da FBMA, o espetáculo conta com os talentos do Diretor Artístico e Técnico Júlio Cesarini e do MaestroPaulinho Dáfilin. Além de Gláucia Nasser, oito músicos de diversas regiões do Brasil participam do espetáculo: Fernando Nunes(baixo), Pedro Cunha (teclados e acordeom), Chrys Galante e LeandrinhoVieira (percussão), Thiago Gomes (bateria),Guiza Ribeiro (guitarra e violões) e JonasMoncaio (violoncelo).
AUDIOVISUAL
Além de um repertório musical bem vasto, o espetáculo conta ainda com um telão que ocupa todo o palco. Enquanto Glaucia Nasser canta e narra a história de JK, imagens do Brasil são projetadas numa combinação de som e imagem, ampliando – ou multiplicando – a sensação de tridimensionalidade da apresentação. O trabalho de construção do roteiro e das imagens utilizadas contou com a participação de uma equipe de 135 pessoas, incluindo doutorandos da USP, que realizaram uma vasta pesquisa histórica para nos contar sobre esse outro Brasil e algumas de suas verdades.
JUSCELINO KUBITSCHEK
A escolha por retratar a vida de JK surgiu não só pela sua importância histórica, mas também pela sua biografia. No seu mandato, correspondente aos anos dourados do País, o Brasil floresceu em todas as áreas: nas artes, na economia, na arquitetura e nos esportes, entre outras. De origem humilde, Juscelino Kubitschek construiu uma carreira muito respeitada na política nacional e chegou à presidência da república, sendo lembrado como o responsável pela construção de uma era. 
No espetáculo, a história de JK é contada desde a infância no interior de Minas Gerais e revisita vários momentos importantes da sua trajetória. Com ênfase para a construção de Brasília, o intuito é de compreender o reflexo desta história nos dias de hoje e de promover a valorização deste personagem fundamental para a construção de uma identidade e de uma imagem positiva do País.
UNESCO
O conjunto urbano de Brasília é o único bem contemporâneo reconhecido como patrimônio mundial pela UNESCO. Esta distinção assegura o legado recebido no passado e que vivemos no presente, possa ser transmitido às futuras gerações. Nesse sentido, a FBMA tem como parceiro o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional(IPHAN), que há 82 anos preserva e promove o patrimônio cultural do Brasil.
SERVIÇO
JK um Reencontro com o Brasil
Entrada franca (20 de agosto): apenas para escolas credenciadas
Ingresso popular (21 de agosto): R$ 2,00
Onde comprar: Bilheteria do TCA – de segunda a sábado, das 10 às 22 horas e domingo, das 9 às 21 horas.
Hora: 20 horas
Onde: Teatro Castro Alves - Praça Dois de Julho, s/n - Campo Grande
Classificação Livre
Página anterior Próxima página
publicidade