Holiste disponibiliza hospital de campanha para pacientes internados na clínica

por Juci Ribeiro

Pessoas que estejam internadas na Holiste e apresentem sintomas leves de Covid-19, estão sendo acolhidas, sem prejuízo do tratamento psiquiátrico, em hospital de campanha
Com o objetivo de preservar a segurança dos pacientes que estão na unidade de internação psiquiátrica da clínica, a Holiste Psiquiatria criou um hospital de campanha, equipado para acolher pessoas que testem positivo ou apresentem sintomas leves do novo Coronavírus durante sua internação, mantenho o necessário isolamento dos outros pacientes e sem prejuízo de seu tratamento psiquiátrico.
“Nós sabemos que apenas 20% dos das pessoas que contraírem o novo Coronavírus irão apresentar sintomas de moderados a graves. A maior parte delas, cerca de 80%, terá sintomas leves, mas ainda assim precisam de cuidados especiais. O hospital de campanha é um local no qual esses pacientes podem receber esse cuidado sem interromper seu tratamento psiquiátrico e sem oferecer risco aos outros pacientes”, detalha o cardiologista e clínico geral da Holiste, Daniel Muricy.

A Holiste também adotou medidas para evitar o contágio de pacientes e funcionários durante a pandemia do Covid-19. As visitas foram suspensas, no intuito de preservar os pacientes. Estes, porém, não perdem o contato familiar e social, pois a clínica oferece o recurso das “visitas virtuais”.
"Diante da pandemia, o isolamento social é crucial para conter a transmissão do Coronavírus, principalmente para os idosos, que são um grupo de maior risco de casos graves. No entanto, sabemos da importância da interação familiar no processo terapêutico, por isso montamos uma estrutura de videoconferência para viabilizar a comunicação diária dos pacientes com seus familiares de forma segura", explica o psiquiatra Luiz Fernando Pedroso, diretor clínico da Holiste.
Além da suspensão de visitas, o acesso de funcionários e fornecedores também é controlado. Todos passam por triagem antes de entrar no hospital, verificando o quadro clínico, incluindo aferição da temperatura corporal. Também é monitorada a limpeza das mãos com água, sabão e álcool gel.

Telemedicina
Os pacientes que não estão internados podem manter o tratamento por meio do serviço de Telemedicina, evitando o deslocamento até a clínica. A tecnologia possibilita realizar consultas à distância, sendo indicado para qualquer pessoa que esteja enfrentando algum tipo de desconforto psíquico.
O diretor clínico da Holiste, Luiz Fernando Pedroso, ressalta que a clínica, que há mais de um ano atua com Telemedicina, aumentou em seis vezes sua capacidade de atendimento via Telemedicina, evitando o deslocamento dos pacientes.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment