PARA PRAIA´ ABRE TEMPORADA EM ONDINA

Por Juci Ribeiro
A sétima edição marca o retorno do evento para sua praia oficial

A partir de sábado (04 de janeiro), Para Praia inicia a sétima temporada em Ondina, onde vai promover o banho assistido para deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida, das 08 às 12 horas, sempre aos sábados, até o dia 15 de fevereiro. Depois da edição itinerante, que visitou várias praias no ano passado, a sétima edição do projeto volta para a sua praia oficial na orla de Salvador, totalmente requalificada com uma nova infraestrutura, que traz mais segurança e conforto para a realização de banhos adaptados. A temporada de Verão 2020 será encerrada, nos dias 29 de fevereiro e 01 de março, em uma das praias da orla de Camaçari.

O projeto é promovido pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (SECIS), que também patrocina junto com a Braskem e o Salvador Shopping. O projeto conta com o apoio da Cetrel e da Escola Bahiana de Medicina A produção é da Outros 500 Marketing e Nossa Agência Marketing.

Há seis anos, o Para Praia ampliou o banho de mar, o principal lazer de verão dos baianos, para deficientes físicos e pessoas com pouca mobilidade. Em cadeiras anfíbias e acessórios flutuantes, o banho é promovido com a total assistência de professores e alunos dos cursos de fisioterapia, medicina, biomedicina, enfermagem e educação física da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, além de voluntários de outras instituições de ensino.

O projeto acontece em praias já estruturadas, a exemplo de Ondina, ou nas escolhidas pela produção, equipadas com pistas e rampas de acessos e banheiros especiais. Os banhistas são recebidos com lounges em tendas que protegem do sol, chuveirão para banhos refrescantes de água doce e áreas recreativas para práticas de esportes adaptados.
VOLUNTÁRIOS
A novidade desta temporada é a seleção prévia dos voluntários, que dão todo tipo de assistência ao banho e recreação adaptados. Foram realizados seis dias de treinamentos, selecionando 240 pessoas entre 680 inscritos. A maioria dos voluntariados escolhidos é estudante de cursos do ensino superior da Escola Bahiana de Medicina, que apoia o projeto desde a sua primeira edição, além de alunos de outras instituições. Todos participaram de treinamentos técnicos, com orientação de transferência do deficiente físico para as cadeiras anfíbias e sobre segurança e assistência em todos os tipos de banhos, além de informações sobre a infraestrutura do projeto.
PREFEITURA DE SALVADOR
De acordo com André Fraga, titular da Secis, a maior recompensa da Prefeitura é, sem dúvida, a alegria no rosto de cada pessoa que, por alguma limitação física, não consegue tomar um banho de mar e, através do Para Praia, têm a oportunidade de realizá-lo de forma segura, animada, com voluntários preparados e em praias estruturadas para a atividade.
“Não tenho dúvida que desde quando o Para Praia passou a acontecer em Salvador, em 2014, os verões se tornaram mais especiais. A importância desse projeto é traduzida na quantidade de atendimentos já realizados por edição, que chega a dois mil e a cada ano aumenta mais. Esse é o tipo de projeto que todos os envolvidos saem pessoas melhores ao final de cada temporada”, destaca Fraga.

BRASKEM
O projeto Para Praia está alinhado ao propósito da Braskem, que busca criar soluções sustentáveis da química e do plástico com o intuito de melhorar a vida das pessoas. "O Para Praia demonstra como a inovação pode contribuir para melhorar a vida das pessoas. Essa é a visão da Braskem, que se empenha todos os dias para criar soluções sustentáveis da química e do plástico que tragam benefícios para a sociedade", afirma Milton Pradines, Gerente de Relações Institucionais Alagoas e Bahia.
Para ele, as cadeiras anfíbias flutuantes são um exemplo disso. O equipamento possui rodas plásticas e infláveis que possibilitam maior mobilidade na areia e no acesso ao mar, permitindo os banhos assistidos para deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida. Maior produtora de resinas das Américas, a Braskem busca continuamente pensar e agir de forma sustentável em todas as atividades empresariais com foco em ampliar os impactos positivos decorrentes da atuação da indústria.

SALVADOR SHOPPING
“O Salvador Shopping sempre esteve engajado nas ações de acessibilidade e promoção da inclusão. E, através do projeto Para Praia, conseguimos proporcionar momentos especiais e memoráveis na vida das pessoas com deficiência. Por isso, mantemos o nosso compromisso e somos parceiros do projeto em todas as edições”, afirma Fabiano Mehmeri, coordenador de Desenvolvimento Socioambiental do Grupo JCPM.
Tecnologia de ponta aliada ao respeito ao meio ambiente é outra marca do Salvador Shopping, que possui o Terraço Verde, um projeto sustentável inédito no Nordeste, que produz adubo a partir de resíduos orgânicos de restaurantes do empreendimento, que volta a receber as hortaliças colhidas na horta. Os shoppings do Grupo JCPM também abrigam o Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social, que estimula a inserção de jovens no mercado de trabalho, com cursos gratuitos de capacitação e elevação da escolaridade.

VERÃO INCLUSIVO
O Para Praia acontece há seis anos com sucesso, atraindo cada vez mais participantes para o banho de mar assistido. É o principal projeto de inclusão para deficientes físicos e pessoas com pouca mobilidade, que não tinham acesso à praia no Verão de Salvador. Desde a primeira edição, o Para Praia já atendeu 2.000 banhistas, muitos se emocionam ao entrar no mar pela primeira vez.
Antes do Para Praia, o banho de mar, lazer preferido pelos baianos no Verão, sempre foi um desafio para os deficientes físicos, que enfrentavam dificuldades de acesso à praia. A cada realização, o projeto consolida a proposta de ampliar este tipo de diversão na alta temporada, realizando o sonho de muitas pessoas de frequentar a praia e entrar no mar. A expectativa dos organizadores é que este ano o projeto receba em média 60 pessoas por dia.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment