Estrella Galicia anuncia 5 startups escolhidas para seu programa de aceleração no Brasil

por Juci Ribeiro

Com mais de 70 empresas inscritas, cervejaria revela as 5 escolhidas para participar do TheHop, seu programa de empreendedorismo colaborativo com intercâmbio na Espanha


Vencedores com  Juan Paz JJ Delgado Fabio Rodrigues
São Paulo, 15 de outubro de 2019: O TheHop,
 Programa de Empreendedorismo Colaborativo da Estrella Galicia, definiu na noite do último dia 14 as cinco startups selecionadas para sua primeira edição no país. O pitch day, a grande final do processo seletivo, aconteceu no auditório do Spaces Vila Madalena, em São Paulo, com 15 empresas finalistas apresentando e defendendo suas propostas diante de uma comissão julgadora formada por executivos e diretores da cervejaria e parceiros.   
Ao longo de todo o mês de setembro, mais de 70 diferentes empresas, de nove Estados brasileiros e dos mais variados perfis, dentro das áreas de Indústria 4.0 e Experiência do Consumidor, se inscreveram no programa. Uma equipe de profissionais da Estrella Galicia e especialistas analisou com cuidado os inscritos e chegou a 30 nomes. Entre os dias 2 e 4 de outubro todas estas empresas foram entrevistadas até definir as 15 finalistas.
  TheHop buscou encontrar startups e/ou scale-ups para desenvolver iniciativas dentro de duas macro-áreas sendo elas, Indústria 4.0 e Experiência com Consumidores. Também foram analisadas propostas contendo tecnologias alternativas como inteligência artificial, big data e Internet das Coisas (IoT). 
No evento de ontem, cada uma das 15 finalistas teve cinco minutos para fazer um pitch para vender seu negócio. Em seguida, mais cinco minutos para responder a perguntas de uma banca formada por executivos da Estrella Galicia, da Kyvo e da Valhalla. Depois, os jurados se reuniram e foi anunciado o veredicto.
Saiba a seguir um pouco mais sobre as cinco startups selecionadas. 
  • A Carbono Zero é uma empresa de entregas sustentável, usando bicicletas, além de motos e vans elétricas. Pelas mãos de 286 entregadores leva mais de 80 mil produtos e documentos mensalmente na Região Metropolitana de São Paulo. 
  • Já a Chopp-Up oferece soluções de informatização e inteligência artificial para a gestão de chopeiras Brasil afora. Desenvolve sistemas conectados de coleta e análise nestes equipamentos chegando a reduzir até 95% de desperdício e aumentando o rendimento dos barris em 36%. 
  • Atuando em outra frente importante nos negócios de uma grande empresa, a Contraktor propõe soluções digitais para gestão de contratos. Dessa forma evita perdas de até 9,2% em má administração de acordos e prazos, lançando mão de assinatura e certificado digitais. 
  • Por sua vez a Everlog é uma plataforma de gestão logística para empresas controlarem e reduzirem custos nas suas entregas, gerindo ocorrências e otimizando processos. Desta forma fortalece a transparência e compliance entra as áreas, além de simplificar planilhas e métodos de gerenciamento de fluxo. 
  • Dedicada a automatizar e controlar operações de importação em tempo real, a Kestraa conecta os participantes da cadeia de entrada de produtos oferecendo visibilidade total a todos os evolvidos no processo. Integra sistemas legais e de terceiros, oferecendo alertas e prevenindo de eventuais problemas operacionais com base em inteligência artificial.  
“Nunca é fácil fazer essa pré-triagem. Há excelentes empresas inscritas, muitas delas num estágio avançado de desenvolvimento do negócio. E perceber que existe uma oportunidade maravilhosa para colaborar e estabelecer sinergias com o ecossistema empreendedor brasileiro”, afirma Juan Paz, diretor-geral da Estrella Galicia no Brasil.
Entre as 71 empresas inscritas, várias estavam em etapas de maturação diferentes. Entre as 30 selecionadas, 35,5% já são empresas em operação, enquanto a maioria (44,8%) afirma estar em fase de tração, quando a empresa já validou o seu MVP (mínimo produto viável, na sigla em inglês) e apresenta crescimento, e outras 20,7% podem ser classificadas como scaleups, com ritmo forte de crescimento recente. 
Das 71 empresas na disputa, os segmentos de Gestão (11), Logística (11) e Experiência do Consumidor (10), foram os que mais concorreram. Juntas essas três categorias representam 44,2%. Na sequência, 6 companhias especialistas em Indústria 4.0 e outras 6 em Big Data, somando outros 16,6%. E-commerce, entretenimento e software tiveram 5 empresas inscritas cada, totalizando 20,7%. Por fim, as inscrições nas áreas de Vendas, Fintech, Agritech, Biotecnologia e EdTech.
Apesar de uma grande dominância de São Paulo - com 46 empresas ou 63,8% do total - outro ponto positivo foi ter startups de nove Estados brasileiros. Minas Gerais veio na sequência com 7 startups (9,7%), seguida pelo Paraná, com 6 (8,3%). Depois vêm Rio Grande do Sul (4), Santa Catarina (3). Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo e Goiás tiveram uma empresa inscrita cada.
A partir de agora as cinco selecionadas se preparam para um período de imersão na Espanha, num processo de trocas, networking e aprendizado com os executivos de lá. Uma vez de volta ao Brasil, a aceleração se estenderá até fevereiro de 2020, com forte interação com os executivos da Estrella Galicia e mentores do mercado. A aceleração terá como base de operação um espaço personalizado para o TheHop no coworking Spaces Vila Madalena-Pinheiros. Outro diferencial do programa: não há contrapartida acionária entre a Estrella Galicia e as startups aceleradas.
“A inovação é um ponto-chave para a Estrella Galicia. Ao ativar esta iniciativa, reforçamos a importância que damos a poder trabalhar com o talento inovador e empreendedor nas diferentes áreas da nossa cadeia de valor”, destaca J J Delgado, CDO Global da Estrella Galicia e responsável pelo The Hop na Espanha e no Brasil. 

Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário