TV Bahia ganha prêmio D. João I do Gabinete Português de Leitura

Por Juci Ribeiro

Reconhecimento veio pelo programa ‘Uma história chamada Salvador’

Na última semana, a TV Bahia conquistou o prêmio D. João I, concedido pelo Gabinete Português de Leitura da Bahia para aqueles que se destacam em prol do desenvolvimento da história e cultura de raiz portuguesa. A homenagem foi devido ao programa “Uma história chamada Salvador”, especial gravado em celebração aos 470 anos da capital baiana.

Pela primeira vez, o Gabinete fez uma dupla atribuição e, além da TV Bahia, reconheceu o trabalho feito pelo apresentador do programa, Mauro Anchieta. O repórter foi receber o prêmio juntamente com o diretor de jornalismo da TV Bahia, Eurico Meira. O objetivo do prêmio é valorizar iniciativas que se destacam de maneira criativa, inovadora e proativa, de forma a incentivar e disseminar novas práticas e ideias criativas que contribuam no entendimento da cultura e herança portuguesas.

O especial – exibidos nos dias 30 de março e 6 de abril, o programa Uma história chamada Salvador”, além de homenagear a cidade, mostrou um pouco da origem e da trajetória da capital baiana sob os pontos de vista histórico, étnico e cultural. O grande diferencial do projeto foi a ida da equipe à Portugal, onde eles foram em busca de aspectos históricos da cidade que muitos baianos não conheciam.

Entre os destaques exibidos no programa, esteve o documento original pelo qual, em 1548, o rei Dom João III nomeou Thomé de Sousa para a missão e determinou a construção de um povoado na Baía de Todos os Santos. Além disso, o telespectador pôde acompanhar a origem da devoção ao Senhor do Bonfim, que nasceu em Setúbal, cidade a 49 km de Lisboa, e a herança portuguesa existente na Basílica do Senhor do Bonfim localizada na Cidade Baixa.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment