PROJETO DE TEATRO “APRENDIZ EM CENA” SERÁ ABERTO QUINTA NO MERCADO IAÔ

por Juci Ribeiro


Com 120 jovens de carteira assinada, equipe de profissionais qualificada e 800 horas de formação, o Mercado Iaô, em parceria com a Casa Preta, inicia projeto inédito de formação em Artes Cênicas na Bahia.

Na próxima quinta-feira (23/05), às 9 da manhã, o Mercado Iaô, consolidado pelos projetos de empreendedorismo culturais e aAssociação Fábrica Cultural - ONG dirigida por Margareth Menezes, na Ribeira, com mais de uma década de atuação na área social, realiza aula inaugural do projeto
Aprendiz em Cena.  Inovador, o projeto ao mesmo tempo que emprega jovens entre 16 e 22 anos, promove sua formação com aulas teóricas e práticas, mostras de cenas e espetáculo teatral ao final do curso.
Coordenado pelos atores Gordo Neto e Jackson Costa, o Aprendiz em Cena também conta com uma equipe de professores experientes: Celso Júnior (História do Teatro), Patrícia Leitão (Expressão Corporal),Manuela Rodrigues e Mariana Freire(Expressão Vocal), Fernanda Paquelet eJoão Lima (Improvisação).
O curso é direcionado à formação de atores e atrizes e trará disciplinas e práticas que proporcionarão contato com iluminação cênica, cenografia, figurino e maquiagem, elaboração de projetos e produção cultural. 
Dentro do aprendizado estão também as disciplinas que contribuem na construção de identidades, socialização e na formação cidadã. São as aulas de Noções de Direitos Trabalhista e Prevenção de Acidente de Trabalho, Higiene Pessoal, Promoção da Qualidade de Vida, Educação Ambiental, Direitos Humanos, Estudo de Gênero, Raça e Cidadania e Ética. O programa inclui o estímulo e à elevação da escolaridade nas matérias de português, geografia, história, matemática e em inclusão digital.

LEI DA APRENDIZAGEM E PROGRAMA TRILHA
Para que esse sonho se realizasse, dois mecanismos voltados para a formação e a empregabilidade foram reunidos, pela primeira vez, num projeto desta envergadura.

Com o apoio e orientação da SRTE - Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (idealizadora do projeto) os 120 jovens participantes do curso, contratados por 14 empresas, já iniciam a formação com suas carteiras de trabalho assinadas, por meio da Lei da Aprendizagem (Nº 10.097/2000). Esta lei permite, através da Cota Social para a Aprendizagem Profissional, que empresas contratem aprendizes e que estes cumpram sua carga horária numa entidade formadora. Desta forma, os jovens participantes do Aprendiz em Cena são, ao mesmo tempo, empregados e estudantes. SRTE já vem apoiando e incentivando empresas a contratarem jovens que recebem formação no mundo das artes, como é o caso da formação de músicos pela Orquestra Neojiba e, agora, nas artes cênicas, pelo Aprendiz em Cena.  

Para Gerta Schultz, Superintendente Regional do Trabalho “o projeto abre a possibilidade de inserir o jovem no mercado de trabalho com dignidade até então não vista, pois o arco do teatro, além de possibilitar a formação em diversas áreas possibilitará a esses jovens uma experiência crítica, cognitiva, de excelência, contribuindo não só para a formação do jovem enquanto trabalhador, mas como indivíduo, com o desejo e a necessidade de empreender, de maneira criativa, em um futuro próximo”.

Já a SETRE - Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia - por meio do programa TRILHA, que insere jovens no mundo do trabalho e promove a geração de renda e o protagonismo juvenil, é a responsável pela realização do curso.  Com recursos oriundos do programa são garantidos o fardamento, material didático e pagamento da equipe docente e de coordenação do curso. O Programa TRILHA, criado por meio do Decreto 11.262, de 21 de outubro de 2008, com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza – FUNCEP, prioriza a formação e a inserção de jovens de baixa renda em atividades produtivas, seja em postos formais de trabalho ou em atividades empreendedoras para geração de renda, a exemplo da economia solidária, preparando-os para o exercício da cidadania.
O Secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson de Magalhães Santos, destaca que “Através do Trilha já viabilizamos 400 horas do módulo e a nossa intenção é dar continuidade a essa parceria, pois o objetivo maior é qualificar os jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social, com a geração de emprego e renda com a profissionalização adequada”.
MARGARETH MENEZES
A cantora Margareth Menezes não esconde a felicidade do Mercado Iaô promover o seu primeiro curso de teatro próximo ao Centro Integrado de Educação Luiz Tarquínio, na Ribeira, onde teve o primeiro contato com o palco. Ela já tocava violão na adolescência, no início dos Anos 70, mas foi através do professor de teatro, Reinaldo Nunes, que teve a consciência nítida de seu talento.
 “Esta é uma das razões da minha felicidade com a chegada desse curso de teatro, que está sendo promovido em parceria com o projeto Jovem Aprendiz. É saber que vai beneficiar e despertar o talento destes adolescentes, que estão começando a entrar em contato com a vida profissional”, comenta Margareth, que preside a ONG Mercado IAÔ.
Aprendiz em Cena conta também com o apoio do Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT/BA), Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT/5) e Ministério Público do Estado da Bahia (MPE).




Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário