Dona da 99, DiDi expande operação em quatro continentes

por Juci Ribeiro

Globalização é principal estratégia da companhia; investimentos consolidam empresa como líder mundial no setor de transporte por aplicativos

A Didi Chuxing (“DiDi”), gigante de transporte chinesa e dona da 99 no Brasil, está expandindo sua operação em quatro continentes: América do Norte, América do Sul, Ásia e Oceania. O mais recente avanço acontece na Cidade do México, onde a empresa realiza o cadastro de novos motoristas em setembro. O objetivo da operação é atingir cerca de 21 milhões de pessoas na terceira maior metrópole do mundo.

A aquisição da 99 no Brasil inaugurou a expansão da DiDi na América Latina, onde conta com mais de mil funcionários. No México, o aplicativo já está presente em Monterrey (uma das maiores do país) e em Toluca, onde foi lançado um projeto piloto em abril. Nos próximos dias, o serviço começará a funcionar também em Guadalajara (segunda maior do México). Através da 99, a DiDi está chegando a 100 novas cidades no Brasil. Ao todo, a empresa está operando em mais de 500 localidades no país.

O processo de expansão faz parte do investimento da DiDi fora da China para consolidar sua liderança no mercado global de corridas por aplicativos. Além da chegada ao Brasil e ao México, a empresa também está desembarcando em dois importantes mercados: Japão e Austrália.

No Japão, terceira maior economia do mundo, a Didi trabalha para o lançamento das operações em Tóquio, Osaka, Kyoto, Fukuoka e outras grandes cidades até o final do ano -- em parceria com a SoftBank. A estratégia é oferecer soluções de mobilidade tanto para moradores quanto para turistas. De acordo com a Organização Nacional de Turismo do Japão, o número de viajantes chegando ao país cresce 28% por ano. A DiDi planeja conquistar esse público e se antecipar às Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

Em junho, a DiDi chegou à cidade de Melbourne, uma das maiores da Austrália. O início se deu após um mês de testes em Geelong. Assim como nos demais países, a empresa vai adaptar o seu produto para as necessidades locais. Na Austrália, os focos são em ferramentas de para aumentar a segurança, eficiência e conservação do meio ambiente.

A globalização é uma das principais orientações estratégicas do DiDi, que segue com a missão de melhorar a experiência de transporte do mundo através do uso de tecnologia e inteligência artificial.

Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário