ENTENDA: PACIENTE GARANTE SAÚDE BUCAL COM MENOR ORÇAMENTO EM INSTITUIÇÃO DE ENSINO

por Juci Ribeiro

A falta de cuidados com a Saúde Bucal e doenças em todos os órgãos do corpo humano, como diabetes, patologias cardiovasculares, renais, cerebrais e até respiratórias, estão relacionadas, segundo inúmeras pesquisas. "Quando a saúde bucal não está em harmonia, as bactérias e os fungos naturais da região podem se proliferar e atingir outros órgãos", revela Eduardo Oliva, dentista e um dos empresários à frente do Instituto Prime de Ensino Personalizado, na Graça.

De acordo com ele e o sócio Tiago Cunha, por conta dessa informação é que se faz mais importante ainda cuidar da saúde da boca, o que, em muitos casos, não é barato. O instituto, referência nacional em cursos de Especialização, Atualização e Imersão na área de Odontologia, no entanto, oferece boas oportunidades de economia para pacientes sem planos odontológicos.

"Como o Prime é uma instituição de ensino e não existe a necessidade de pagamento de honorários profissionais nos atendimentos, a economia, a depender do procedimento, chega a ser de 60%, em relação a consultórios particulares", destaca Tiago, que contabiliza uma média de 600 atendimentos por mês, principalmente de tratamentos de implante, prótese, ortodontia, endodontia e periodontia.

Para se ter uma ideia, uma simples limpeza ou restauração, que no Instituto Prime sai, em média, por R$ 80, chega a custar R$ 250 num consultório particular. Tratamentos mais caros, como implantes, que saem por volta de R$ 450 no centro de ensino, pode custar até R$ 1.500 em outros locais na cidade. "No Prime, o paciente tem a oportunidade de passar pelas mãos de alunos supervisionados por grandes nomes da Odontologia, com total segurança, economizando bastante e desafogando o orçamento sem deixar a saúde de lado", destaca Eduardo.



SIGA INSTAGRAM @ sitejuciribeiro
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário