Aposentados realizam Carnaval de Protesto na Avenida Paulista

por Juci Ribeiro

O presidente nacional do Solidariedade e deputado federal, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, participou na manhã da última terça-feira (30), do “Carnaval de Protestos dos Aposentados”. Com o objetivo de barrar a Reforma da Previdência, foi montada uma escola de samba do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi), filiado à Força Sindical, a qual passou pela avenida Paulista, no coração financeiro da capital de SP com cartazes e bandeiras, para chamar a atenção da população e dos governantes sobre a precariedade dos aposentados.

Cansados de serem invisíveis para governantes e políticos, o Sindicato resolveu inovar na forma de protestar e montou uma verdadeira escola de samba para expor suas reivindicações à sociedade. O tema central do Carnaval de Protesto 2018 foi contra a Reforma da Previdência.

A escola de samba "Unidos dos Aposentados", se concentrou na Praça Oswaldo Cruz e entrou na avenida com seis alas temáticas, formadas por manifestantes que empunhavam cartazes e bandeiras expondo as reivindicações da categoria, onde seguiram até o vão livre do MASP - Museu de Arte de São Paulo.

Animados pelo samba de enredo “Quem lutou a vida inteira, exige mais respeito”, com direito até a carro alegórico e aproximadamente 2.000 integrantes, acompanhados por 60 ritmistas que integravam a bateria e duas lindas passistas, os participantes foram divididos em seis alas, identificadas por cores e com 300 componentes cada. A Comissão de Frente (amarelo) abriu caminho para as alas dos Direitos e Reivindicações (amarelo), Saúde (branco), Enterro da Previdência (preto), Custo de Vida (vermelho) e Injustiça (roxo).







Crédito das Fotos: Renato Cipriano / Zuleika Ferreira - Divulgação
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário